PUBLICIDADE

Grândola quer “melhor qualidade” do serviço ferroviário

O presidente da Câmara de Grândola escreveu ao presidente da Infraestruturas de Portugal a exigir “melhoramentos” na estação ferroviária.

Na carta, a que a Alentejo Ilustrado teve acesso, António Figueira Mendes refere que têm sido reportados ao Município “vários problemas” nas zona da responsabilidade da Infraestruturas de Portugal (IP) na estação de Grândola, nomeadamente nas zonas de espera e corredores de acesso às linhas.

“Estas situações, que com regularidade nos são reportadas pelos utilizadores e que têm sido encaminhadas para a IP através da gestão de clientes, continuam por resolver”, lamenta o autarca, explicando que em causa estão problemas como “falta de limpeza regular”, falta de manutenção da “iluminação, mobiliários e da própria construção de acessos às linhas”, bem como “ausência de casas de banho” e informação “insuficiente” aos utilizadores.

António Figueira Mendes sublinha que o transporte ferroviário de passageiros “tem uma grande importância para a mobilidade da população do concelho e da região” e recorda que o Município concluiu recentemente as obras de requalificação da Avenida Jorge de Vasconcelos Nunes, “passando a estação de Grândola a ser servida de mais e melhores condições de acessibilidade, pedonal e rodoviária”.

O problema é que da parte da IP os “melhoramentos” continuam por realizar. Na carta, António Figueira Mendes diz existir da parte do Município “disponibilidade” para encontrar com a IP as “melhores soluções que garantam aos utilizadores um serviço público de elevada qualidade”. 

Partilhar artigo:

edição mensal em papel

PUBLICIDADE

Opinião

PUBLICIDADE

© 2024 Alentejo Ilustrado. Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por WebTech.

Assinar revista

Apoie o jornalismo independente. Assine a Alentejo Ilustrado durante um ano, por 30,00 euros (IVA e portes incluídos)

Pesquisar artigo

Procurar