PUBLICIDADE

Rebentamento de garrafa de gás provoca morte de mãe e filha

Mãe (de 48 anos) e filha (9) morreram esta quarta-feira na sequência de uma explosão de gás que destruiu por completo a casa onde residiam em Brunheiras, próximo de Vila Nova de Milfontes.

O pai (de 54 anos) e o filho (13) sofreram ferimentos graves tendo sido estabilizados no local pelas equipas de socorro do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) e transportados de helicóptero para os hospitais da Estefânia (Lisboa) e de Coimbra.

De acordo com Tiago Bugio, comandante da Proteção Civil no Alentejo Litoral, a GNR está a investigar as causas da explosão que provocou “uma destruição enorme e o colapso” da habitação. Os corpos das duas vítimas mortais foram encontrados entre os escombros.

“É um cenário devastador, não ficou uma única parede de pé”, explica o presidente da Junta de Freguesia de Milfontes, Francisco Lampreia, acrescentando que os escombros foram “projetados” para os terrenos vizinhos.

Partilhar artigo:

edição mensal em papel

PUBLICIDADE

Opinião

PUBLICIDADE

© 2024 Alentejo Ilustrado. Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por WebTech.

Assinar revista

Apoie o jornalismo independente. Assine a Alentejo Ilustrado durante um ano, por 30,00 euros (IVA e portes incluídos)

Pesquisar artigo

Procurar