PUBLICIDADE

Mais sugestões para celebrar Abril. A festa está quase a chegar à rua

Ficam mais quatro propostas para festejar os 50 anos da Revolução dos Cravos

Ler mais: 25 de Abril: Guia para celebrar os 50 anos da Revolução dos Cravos

ODEMIRA

O Abril em Odemira – Festival da Justiça e Liberdade está a celebrar a Revolução dos Cravos até ao próximo dia 28 de abril, através de uma programação diversificada para promover e evocar os valores da liberdade e da democracia. Ao longo de duas semanas, as ruas e palcos da vila de Odemira acolhem mais de 75 eventos, onde se destaca a música e os grandes concertos, mas também a cultura local, o cante alentejano, a literatura, poesia, exposições e debates, o teatro, o cinema e animação de rua. 

Na música, destaque para os concertos agendados entre os dias 24 e 27 de abril. Na noite de dia 24 atuam Marco Rodrigues e Richie Campbell, enquanto no dia seguinte serão os Capitão Fausto e Xutos e Pontapés que garantem a animação. 

A escolha do público, Wet Bed Gang, sobe a palco no dia 26 de abril. Para dia 27 de abril, o Festival da Justiça e Liberdade propõe um concerto com a Banda Filarmónica de Odemira, com os convidados especiais Pedro Mestre e o Rancho de Cantadores de Aldeia Nova de São Bento e a participação de Mariana Martins e Sónia Barradas.

O festival integra ainda o ciclo temático “25 de Abril, Justiça e Liberdade”, com exposições, colóquios e cinema, para, segundo a autarquia, “afirmar Odemira como território de justiça e liberdade, onde a par da celebração em ambiente de festa se fomenta a reflexão e debate dos valores implícitos à Revolução de Abril”.

MONTEMOR-O-NOVO

Para celebrar os 50 anos de Abril em Montemor-o-Novo, o o melhor será rumar às 19h00 para o Convento de São Francisco, onde serão inauguradas as exposições “Vice Versa”, de Ana Almeida Pinto e “So That Each March I May Gleam Into Leaf”, de Inês Ferreira. Por ali haverá ainda um “cozido da panela” para aconchegar o estômago, antes de assistir à projeção dos nomes dos presos políticos do concelho de Montemor-o-Novo junto ao Monumento ao Resistente Antifascista do Alentejo, numa iniciativa da União dos Resistentes Antifascistas Portugueses. Depois haverá tempo para concertos, com duas opções: Frik.São, no Convento de São Francisco, ou Júlio Pereira, no Cineteatro Curvo Semedo. Irão começar pelas 22h00.

Para dia 25 estão agendadas diversas iniciativas, uma das mais curiosas começa às 15h00 e é organizada pela Oficinas do Convento. Trata-se de um debate intitulado “Planear uma Revolução sem Net?”.

GRÂNDOLA

A Festa da Liberdade, na noite de 24 de abril, levará a Grândola dois nomes maiores da música portuguesa: Paulo de Carvalho e Agir.  Cantor, músico e compositor, com mais de 60 anos de carreira, Paulo de Carvalho será o primeiro artista a subir ao palco da Festa que, segundo o Município, “reserva muitas surpresas e fortes emoções”. 

O 25 de Abril tem nele um símbolo, pois foi o intérprete da canção “E Depois do Adeus”, a primeira senha da Revolução dos Cravos. No espetáculo “As Cantigas Que Eu Fiz… e Outras” junta as canções que tornou populares e novas canções a músicas que escreveu ou compôs para outras vozes.

A seguir a um espetáculo pirotécnico e multimédia a festa continua com “Agir – Cantando Abril”, a homenagem de um dos mais importantes artistas contemporâneos da música portuguesa ao cancioneiro do 25 de Abril, aos seus poetas e músicos de intervenção, como Zeca Afonso, Sérgio Godinho ou Fausto, entre outros. Será no Parque de Feiras de Grândola, a partir das 22h30.

SANTIAGO DO CACÉM

Em Santiago do Cacém, a noite de dia 24 de abril inicia-se pelas 20h30 com “Vozes ao Alto”, um espetáculo de rua com a comunidade local. Num percurso entre o Jardim Municipal e o Parque Verde da Quinta do Chafariz, o público será conduzido, através de vários acontecimentos que testemunham a resistência e a luta da população local por melhores condições de vida, numa caminhada ao longo do último século, tendo como ponto de viragem a revolução de 25 de abril de 1974. Na criação deste espetáculo, estão envolvidos elementos da comunidade local e de várias associações do concelho, “dando assim corpo a um passeio sensorial pelo tecido urbano da cidade que, numa teia de acontecimentos audiovisuais, nos transportam pelos caminhos que abril abriu”, explica o Município. Segue-se a animação musical, com um concerto dos Xutos e Pontapés com início marcado para as 22h30, no Parque de Feiras e Exposições.

Partilhar artigo:

edição mensal em papel

Opinião

PUBLICIDADE

© 2024 Alentejo Ilustrado. Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por WebTech.

Assinar revista

Apoie o jornalismo independente. Assine a Alentejo Ilustrado durante um ano, por 30,00 euros (IVA e portes incluídos)

Pesquisar artigo

Procurar